3/22/2016

Festivalar

Coincide o facto de pela primeira vez eu ter sido convidado para um festival literário - fujo geralmente de eventos com muita gente -, com o aparecimento de um excelente texto da Joana Emídio Marques sobre a fenomenologia dos Festivais Literários num país em que pouco se lê, tudo isto um dia depois do Encontro Livreiro que decorreu, mais uma vez na histórica Culsete em Setúbal.

Quando eu voltar do Festival Literário da Madeira darei a minha opinião com conhecimento de causa.

Sem comentários:

Publicar um comentário