12/11/2012

Livro infantil 2012 - DGLAB

O Setor Internacional/Direção de Serviços do Livro da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) tem como principal objetivo contribuir para uma crescente difusão e reconhecimento da literatura e dos autores portugueses junto dos públicos e dos mercados editoriais internacionais. Desenvolve um conjunto de ações e programas integrados, com caráter de continuidade, no âmbito do qual a divulgação da literatura infantil portuguesa adquiriu particular importância nos últimos anos.

Em 2004, perante uma nova geração de ilustradores portugueses que se vinha a afirmar progressivamente pela originalidade, qualidade e diversidade, impôs-se a criação de um instrumento que permitisse incentivar a difusão do seu trabalho no estrangeiro.

Criado com a mesma lógica dos outros dois programas desenvolvidos pelo Setor Internacional - Apoio à Tradução e Apoio à Edição no Brasil -, o Programa de Apoio à Ilustração e Banda desenhada portuguesas no estrangeiro teve a primeira edição no ano de 2005.

Dirigido às editoras estrangeiras, este programa pioneiro foi pensado de forma a permitir a divulgação dos autores de literatura infantil e BD: apoia em simultâneo a tradução e a publicação das obras, podendo ser apoiadas obras inéditas, numa perspetiva de estimular parcerias com outros países e autores.

De 2005 a 2012 foi feito um investimento de cerca de € 380.900,00 para um total de 166 obras, que incluem livros de banda desenhada mas onde são maioritários os livros infantis ilustrados. Ao longo destes oito anos, o número de países envolvidos aumentou: até à data, apoiaram-se editoras belgas, brasileiras, coreanas, espanholas, norte-americanas, francesas, holandesas, italianas, norueguesas, polacas, inglesas e suíças.

A presença na Feira de Bolonha tem facilitado a divulgação regular do trabalho dos autores e da edição infantil e juvenil portuguesa e tem sido fundamental para dar a conhecer o Programa de Apoio à Ilustração e BD. O ano de 2008, por exemplo, foi um marco especial: a convite da Associação Hamelin (Bolonha), a VerPraLer e a então DGLB apresentaram a exposição Ilustrações.pt no Palácio Accurzio, no centro da cidade.

Na Feira, a DGLAB dá especial destaque ao vencedor da última edição do Prémio Nacional de Ilustração e apresenta uma mostra de livros infantis editados no ano anterior. É ainda apresentada a revista Portuguese Children’s Books com uma seleção de novidades que interessam a editores estrangeiros e outros parceiros, que cada vez mais procuram o espaço do stand.


2012 foi um ano muito especial, já que Portugal foi convidado de honra da Feira de Bolonha. O sucesso excedeu as expetativas, e a qualidade da ilustração e dos livros portugueses foi amplamente elogiada, bem como a originalidade e o impacto da presença [Como as cerejas].

Com o mesmo objetivo de assegurar a presença da literatura infantil portuguesa a nível internacional, a DGLAB promove outro tipo de iniciativas por vezes com menos visibilidade mas de igual importância, tais como a apresentação anual de candidaturas a prémios internacionais, como o Prémio SM de Literatura infantil, o Prémio Astrid Lindgren (ALMA) ou o Best Book Design Award. Vale a pena referir que António Mota, candidato ao SM Literatura 2012, integrou a (muito) short-list de 4 candidatos, assim como a menção honrosa que ‘Pê de pai’ obteve em 2008 no Best Book Design Award.

O resultado e o reconhecimento deste trabalho chega continuamente e de variadíssimas formas: a ilustração portuguesa é hoje editada e distribuída em diferentes línguas e mercados, os escritores e ilustradores portugueses são convocados para eventos de prestígio, instituições congéneres baseiam-se nos programas e apoios da DGLAB para criarem incentivos semelhantes.


DGLAB/DSL/Setor Internacional

Sem comentários:

Publicar um comentário