6/04/2013

Preparados para o digital?

Imagem do The Supreme Architect sobre original de Hiroshige

Enquanto por cá não sabemos mais adivinhamos, em Espanha fazem-se Estudos e descobre-se que não, que não estão nada preparados para o digital.

O estudo realizado pela Laboratorio del Livro, da Anatomía de la Edición, procurava responder a algumas questões básicas descortinadas no documento La gran transformación. Panorama del sector del libro en España 2012-2015. Para isso recorreram ao método de inquérito qualitativo (a agentes do setor do livro: editores, livreiros, bibliotecários, autores, distribuidores, especialistas de digital e de direitos de autor e investigadores), contando com mais de 100 respostas.

Analisas e debatidas as respostas dentro do centro de investigação surge agora um relatório preliminar onde percebe que:


  • Grande desconcerto e desassossego em relação ao futuro;
  • Falta de aposta no mundo digital;
  • Grandes limitações técnicas e tecnológicas para venda em rede;
  • Falta de recursos para investir na mudança do modelo de negócio;
  • Falta de investigação sobre o leitor digital, 
      entre várias outras coisas.

Uma das mais curiosas observações foi ver que entre os diversos especialista e face à pergunta: O consumidor não pede livros electrónicos, somente obtiveram respostas conclusivas de menos de 25% das pessoas. Ou seja, a maior parte dos «especialistas» não faz a mínima ideia se os leitores querem ou não livros eletrónicos.

Numa fase em que o digital cresce em investimento, mas pára em crescimento, as dúvidas avolumam-se sobre o futuro do digital e o receio de avançar numa fase de total incerteza aparenta ser total.

Sem comentários:

Publicar um comentário